Grande final da AFL: Mills e McVeigh estão prontos para ir como Suckling perde para os cães

Grande final da AFL: Mills e McVeigh estão prontos para ir como Suckling perde para os cães

O vencedor do Rising Star, Callum Mills, está convicto de que estará maduro para a grande final da AFL, com os Sydney Swans e os Western Bulldogs animados. Não haverá mudanças tardias no MCG no sábado. Mills é se preparou para retornar de uma estirpe de isquiotibiais, enquanto o co-capitão de Swans, Jarrad McVeigh, também foi selecionado após superar uma questão de panturrilha. Os Bulldogs incluíram o ruckman Jordan Roughead (olho) e o defensor Dale Morris (achilles) no seu lado, com o técnico Luke Beveridge declarando que ambos terão o direito de jogar.

Mills não disputou um jogo completo desde 20 de agosto, depois de ter torcido o tendão durante a derrota dos Swans para o Greater Western Sydney na primeira semana das finais.Mas o jogador de 19 anos não tem medo de quebrar durante a competição de high stakes. “Nós fizemos todos os possíveis passos que podemos e estamos muito confiantes de que amanhã os isquiotibiais serão fortes”, disse Mills. “Estou treinando há algumas semanas, então isso não está realmente na linha de frente da minha mente.” Pré-estréia final da AFL: o pedigree de Sydney encontra o coração de Bulldogs | JP Howcroft Leia mais

Mills rejeitou a idéia de que sua corrida no MCG na manhã de sexta-feira fosse um teste de condicionamento físico. “Eu não precisei fazer nada extra hoje. Era apenas uma semana normal e se eu passasse a semana eu estaria bem ”, disse ele. “Eu não fiz um tendão antes, então…Eu não fui muito positivo de imediato, mas quando recebemos os scans, sabíamos que eu teria uma chance. “McVeigh não progrediu tanto em sua reabilitação, mas também é otimista. “Sempre há riscos, mas tivemos jogadores que jogaram com essa lesão antes”, disse ele. “(O plano) era treinar na quarta-feira, fazer um pouco de corrida e depois fazer muito mais do que os meninos hoje. Eu fiz isso, me sinto ótimo e estou pronto para ir. ”

Enquanto isso, Beveridge sugeriu que selecionar Matt Suckling seria um risco.A amamentação amamenta este mês e perdeu a final preliminar dos Bulldogs, apesar de ter sido eleito como uma emergência para a grande final. “É decepcionante para Matty, mas foi muito difícil omitir um dos seus companheiros de equipe”, disse ele. Suckling diz que os dois primeiros clubes não são suficientes para tirar o ferrão de ser negligenciado. para o decisivo. O piloto de 28 anos ganhou bandeiras com Hawthorn em 2014 e 2015 antes de se juntar aos Bulldogs, mas rejeitou a idéia de que poderia facilitar sua omissão. “Eu não estou contente”, disse ele na sexta-feira. desfile final. “Eu quero continuar ganhando e ter mais sucesso.Espero ter uma chance, mas os meninos jogaram tão bem na semana passada (então) não há necessidade de mudar o lado vencedor. ”A omissão final preliminar de Suckling foi inicialmente atribuída a seus problemas de lesão, mas o diretor de futebol de Bulldogs, Chris Grant. semana disse que as preocupações de equilíbrio da equipe também tiveram um papel importante. Os fãs de Bulldogs e Swans comemoram o desfile da AFL em Yarra Park, na sexta-feira, antes da decisão de sábado. Foto: Quinn Rooney / Getty Images

“Eu sou bom o suficiente para ir, mas a preparação provavelmente não tem sido ideal”, disse Suckling. “A cada passo há dor, e fica pior e pior depois de treinar. Estamos tentando administrar as cargas para o segundo semestre do ano e provavelmente é um pouco demais nas últimas duas semanas.Vou me preparar normalmente e, se algo acontecer, estarei pronto para ir, mas estou mais ansioso para me dar bem e apoiar os meninos amanhã. ”

O técnico de Sydney, John Longmire, entretanto, descontou a sua esmagadora experiência final da AFL como uma vantagem, dizendo que é só o que acontece no sábado que conta. O final da temporada de sábado será a terceira grande final dos Swans desde 2012. Em contrapartida, os 22 selecionados dos Bulldogs não têm jogadores com a grande experiência da AFL – a primeira vez que aconteceu desde St Kilda em 1997. ” Não necessariamente.Eu realmente não assino isso ”, disse Longmire quando perguntado se a experiência deles era uma vantagem. “Uma vez que a bola quica, é apenas sobre quem executa o seu plano o melhor por mais tempo.” Grande final-bound Bulldogs são mais do que um clube da AFL, eles são uma comunidade | Tim Watts Leia mais

“Ambas as equipes entram com uma enorme fé em seus sistemas e ambas as equipes entram em boa forma. Você dá uma olhada no formulário final dos Doggies…é excelente. Essa forma recente é o que você olha e que carrega mais peso, eu acho, indo para o jogo. ”Sydney venceu uma grande final épica de 2012, mas Hawthorn os derrotou no primeiro tempo dois anos depois. uma vitória enfática.Longmire disse que sua mais recente grande final destacou como os cisnes devem estar em guarda contra os Bulldogs. “Você tem que estar no seu melhor – sempre – e qualquer coisa menos que isso, você se deixa aberto”, disse ele. “Não há espaço para não estar no seu melhor.” Essa é a emoção disso, estar nessa época do ano…ter isso à nossa frente amanhã. É o desafio que ambas as equipes estão ansiosas, estando no seu melhor pelo maior amanhã. ”